Feeds:
Posts
Comentários

Olá pessoal! Ficamos um tempo sem postar aqui, eu estava saindo muito com as au pairs e a Camila estava se preparando pro embarque. Sim, a Camila está a caminho! Ela chegou ontem (se não me engano) em Roma, onde vai ficar até sábado na casa da tia dela. E sábado mesmo ela pega um vôo pra cá!! Estou muito feliz, nós passamos todo esse processo juntas, uma ajudando a outra, e agora ela também está na reta final… Estou muito feliz!

Claro que vou dar uma passada no aeroporto pra vê-la, né? O host dela vai demorar um pouco pra chegar, enquanto isso vamos conversar MUITO! Vai ser muito bom.

Domingo Passado fui esquiar no Langraaf (Snow World), na Holanda. Foi muito bom! A host disse que eu fui muito bem, assim como eu fui bem na patinação no gelo sexta com o Andy (*-*), quase caí, mas não caí.

Comecei esse ano de Au Pair com o pé direito! Ja ja vocês vão entender do que eu estou falando 🙂

Beijão!

Ski no Landgraaf, Holanda

Ski no Landgraaf, Holanda

Ice Skating em Gent

Cheguei!!

Valeu a pena todo o esforço, a correria, o stress…

Cheguei na quinta (22)!!

peguei um voo pra Frankfurt, nao fiauei 20 segundos na imigraçao (era o meu maior medo!!) Ja cheguei com passaporte e passagem Frankfurt-Brussels pra mostrar pro policial.

Foi +- assim:

P: Hallo!

Eu: Hello! I’m going to Brussels, here is my flight ticket…

P: Ok… What are you going to do there?

Eu: I’m going as Au Pair

P: Ok! Good luck!

Eu: Thanks! Byeeee!

PS: Nao comprei passagem de volta pro Brasil!

Minha amiga Carol foi me buscar no aeroporto, queria pq queria me ver, entao fez questao diso! uhauha

Jantei na casa dela, uma comida belga que nao lembro o nome, com batata frita, uma delicia. Tomei também uma cerveja de cereja, claro! Foi muito bom.

Demos tanbem uma volta em Bruxelas. Depois disso, me trouxeram pra minha nova casa. Confesso que estou apaixonada por esse pais!! E principalmente pela minha host family. Sao maravilhosos!! eu moraria pra sempre com eles. Sem falar que a casa é linda demais! Estao me tratando super bem, sao super atenciosos, estou AMANDOOOOO! Eles criam cavalos, ja montei uma vez aqui! E ontem fui com a host e o irmao dela comprar botas para eu aprender. Ela vai me ensinar! *-*

Eles falam os 3 idiomas ao mesmo tempo, holandes, frances e ingles. Vou aprender rapidinho!! Meu ingles ja melhorou muito em 3 dias.

E o baby?? LINDO demais! Nao da trabalho, dorme sozinho… muito facil! Quero um desses pra mim! hahaha

Enfim, estou amando!! Depois volto aqui pra contar mais coisas.

Kus!!

A Jo chegou!!!

Bom, não foi uma Cegonha que a transportou até à Bélgica, mas só passei para informar às assíduas leitoras que a Jo chegou em Frankfurt às 9h da manhã daqui, 14h de lá e que já se encontra em solo belga. Agora vamos começar a torcer pra que ela nos conte tudo sobre…

Aproveita tudo, amiga, e me espera que eu tô chegando aí…

Aupaireurope, onde eu encontro agência para au pair na Bélgica?

Bem, a maioria das empresas brasileiras fazem intercâmbio para os EUA com a parceria do Cultural Care, uma renomada agência que trabalha com este tipo de emprego nos EUA. Para a Europa temos poucas agências que fazem, e das que fazem, apenas duas abrange a Bélgica (procurar no google porque agora eu esqueci o nome, acho que uma delas se chama Intercultural) e você não pode escolher para qual região quer ir, nem que família vai ficar… segundo eles, elas é que te escolhem. Bélgica é um país fora do roteiro comercial brasileiro, seja para estudos, trabalho ou idiomas. Não sei porque, afinal Bruxellas é a capital da União Européia e ali é um berço de culturas e línguas. A respeito de encontrar famílias, eu aconselho você a já achar a sua e começar a fechar os trâmites, porque isso leva em média uns 2 meses e meio (ou mais se vc tiver greve nos Correios). Eu estou indo sem agência e encontrei a minha família no www.aupair-world.net o melhor site de relações para au pair na minha opinião!

Aupaireurope, e a respeito do idioma na Bélgica? Eu só falo inglês…
 
A Bélgica fala mil idiomas, mas só tem três idiomas oficiais. Fala mil idiomas porque tem gente do mundo todo morando ali, especialmente a galera dos consulados de cada país (já que se trata de sede da UE), e fala três oficiais porque a Bélgica tem uma região chamada Walônia, onde se fala francês, outra região chamada Flamengo, onde se fala neerlandês (um dialeto 95% parecido com holandês) e uma regiãozinha onde se fala Alemão. Tem muitos ilegais, muitos brasileiros, muito marroquinos e até japoneses. Por se tratar de um local sede, ele também tenta ser modelo para os outro países: tem leis mais rígidas e salários e condições de trabalho melhores. Legalmente vc pode ser au pair na Bélgica vinda de qualquer país, mas se for de fora da UE precisa de uma Work Permit, que leva um tempinho até ficar pronta. Lá vc tem que trabalhar 4 horas por dia ou 20h por semana com um dia off obrigatório. Todas as famílias que conversei até agora só falei em inglês e em francês com elas. Para falar a verdade mais em inglês, porque conversei com indianos, belga-flamengos, finlandeses, alemães, isreaelenses, italianos… e até as famílias da Walônia algumas preferem falar em inglês para se certificarem de que vc compreendeu tudo muito bem.
 
Eu estou indo para a parte que se fala neerlandês mas só sei falar frases bestas em holandês. Quase nada, mesmo… escrevi e-mail para as crianças em inglês e os pais traduzem… as crianças não entendem inglês, mas basta você ser tranquila, porque criança entende a linguagem do coração e da companhia. Claro que quanto mais velhas mais difícil delas não quererem falar, mas entenda, elas serão as suas melhores professoras!!! O curso básico de holandês para estrangeiros é 3 meses e o fato de estar convivendo com as pessoas facilita e muito a aquisição da língua e a possibilidade de dar bronca nas crianças. Se vc cair na parte francesa, vc vai se dar bem logo logo com um intensivo, também. Pelo fato do português vir da mesma raiz linguística do francês as coisas só somam a nosso favor, então, relaxe, e até lá use seu inglês velho de guerra!

Eu não sou uma pessoa muito adequada para falar sobre esse tema, pois sou muito falante e às vezes encho o saco das famílias, mas hoje vi que uma pessoa visitou nosso blog procurando sobre isso, e como uma boa psicóloga eu sei que as procuras criam demandas e as demandas, se podem ser respondidas, satisfazem o desejo e deixa todo mundo feliz!

Assim sendo, começo falando das dicas para a primeira carta enviada por você direcionada à sua possível host-family. 

Dicas, dicas, dicas:

  1. É muito importante que você escreva a sua primeira carta na língua da família, ainda que tenha erros. Se a família é italiana e mora na Holanda, eles adorariam ouvir que você tentou escrever italiano, se esforçou, foi no tradutor, dicionário e blá-blá-blá. Caso não tenha realmente nenhum conhecimento na língua, então envie apenas pequenas palavras e frases: oi, tchau, tenha um bom dia. Os outros e-mails prefira usar a língua que vc domine mais… a maioria das famílias européias usam o inglês para conversar com vc.
  2. Se eles tiverem te enviado previamente um e-mail com perguntas ou tiver perguntas no perfil deles, certifique-se de responder a todas no corpo do e-mail.
  3. Comece pedindo desculpas pelos erros na escrita, isso é bastante humilde e honesto, hahaha
  4. Diga que está feliz em fazer contato com eles, se isso for verdade, claro!
  5. Apresente-se por nome, idade, onde mora (pode até colocar um site sobre a cidade), com quem (e fale um pouquinho da sua família), o que estuda, fale tb da sua religião, porque algumas famílias já não te aceitam de cara por sua prática religiosa… se for para isso ser impecilho, melhor saber logo antes de se apegar.
  6. Fale da sua experiência como au-pair, se já teve, ou não, se já trabalhou com crianças ou não
  7. Fale o que você acha que é o programa de au-pair (eu sempre falava em possibilidade de dividir a vida, de ajudar pessoas, testemunhar e facilitar o crescimento das crianças). Fale também do porquê de você querer fazê-lo (apresentar motivações concretas é ótimo: por exemplo, estudar francês pra faculdade, estudar mandarim pra ser diplomata na China).
  8. Pergunte se ele tem conhecimento do processo de visto para uma Brasileira.
  9. Dê seus contatos: msn, skype, e diga que vc está disponível a um videochat, basta eles marcarem a hora
  10. Faça perguntas sobre as crianças, sobre a rotina delas, peça fotos…
  11. Dê adeus dizendo que espera ansiosamente a resposta…
  12. Anexe uma foto sua… ou duas! Eles gostam muito de foto com a sua família…

Essas são minhas dicas! Alguém acrescenta mais?

Promotion d’hiver

Minha geeeeeente, preciso confessar a vocês que nos primeiros dias de Janeiro em toooooooooooooooda a Europa há uma grande, grande, grande, grande-mega-hiper-ultra-super-bam-bam-bam promoção! Tudo com 50 e 60% off!

Escutou? Tuuuuuuuuudo… acho melhor você economizar dinheiro pra comprar tudo nesse período e aproveitar e comprar suas roupas de frio! Então, faz o favor de não comprar 30 casacos e ficar chupando o dedo depois, tá?!

Prepare-se pois será possível comprar roupa até pro teu cachorro!!!

Fiz análise por quase quatro anos e achava que finalmente havia chegado a hora de dizer: quero caminhar um pouco só. Na verdade, eu achava que nem precisava de análise, mas depois de entrar lá comecei a ver a miríade de coisas que precisavam ser tratadas no meu coração… pensa num tempo que eu cresci! Bom, desisti de continuar na análise porque estava cansada de semanalmente lamentar as minhas misérias e reconhecer minhas potencialidades! Depois de quatro anos meus sintomas estavam aquietados, tinha conseguido perdoar coisas há muito escondidas no meu passado, tava menos ansiosa, menos nervosa, aprendendo a ser paciente e a dizer não… e o melhor de tudo: minhas crises histérico-amorosas tinham cessado… Nossa, eu estava realmente me sentindo demais! Era mesmo a hora de parar.

 

Mas aconteceu que ontem eu sai para comprar umas blusinhas para levar pra Bélgica, camisetinhas, baby-looks, confortabilíssimas, já que passarei muito tempo trabalhando com as crianças. Saímos, eu, a obsessiva-compulsiva da minha mãe e a minha febril irmã. Voltamos para casa horas depois, carregando duas malas, quatro calças jeans e dezoito camisetas. D-e-z-o-i-t-o camisetas. Sabe o que é isso?

 

Para que uma pessoa precisa de 18 camisetas?

Eu preciso mesmo é voltar pra terapia… 

Socooooooorro, Freud!